Prefeito Dinha decreta toque de recolher e confinamento domiciliar a partir de sexta (29)

município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, decreta a partir da próxima sexta-feira (29), o “toque de recolher”, endurecendo mais ainda as medidas restritivas que tem como prioridade conter o avanço do coronavírus (Covid-19). A decisão, tomada pelo prefeito Diógenes Tolentino Oliveira, “Dinha”, foi oficializada em reunião que aconteceu na manhã desta terça-feira (26), com secretários municipais, Câmara de Vereadores,  representantes das polícias civil, militar e Acosif.

Com o estabelecimento da considerada “importante medida de enfrentamento”, avaliada pela titular da Saúde, Iridan Brasileiro’, a população estará obrigada ao confinamento domiciliar das 20h até às 5h. O novo decreto a ser publicado no Diário Oficial do Município (DOM), vai determinar o prazo da medida.

Na reunião, o prefeito Dinha, justificou que “em detrimento da elevação na curva do número de pessoas acometidas pela Covid-19 na cidade [no último Boletim Epidemiológico de ontem registrou 133 diagnósticos positivos confirmados e 7 óbitos], a sua administração está totalmente focada em salvaguardar a população simõesfilhense”, e neste sentido, decidiu em conjunto com os demais poderes, Legislativo e forças da segurança pública, o Comitê Intersetorial, “o emprego de medidas mais duras de prevenção a fim de evitar a alta propagação da doença na cidade”.

Um dos representantes da segurança pública presente na reunião, o Major Fabrício (Rondesp), em sua fala disse que Simões Filho sai na frente com a união de todos os poderes. “Nós vamos fazer o melhor possível por Simões Filho e vamos apoiar as determinações do decreto. Creio que vamos conseguir conscientizar a população que ‘fique em casa’ e este decreto é exatamente isso, salvar vidas”, pontuou.

capitão Meireles, representou o Comandante da 22º CIPM, Major Alan na reunião. Também estiveram presentes, o delegado da Polícia Civil, Dr. Leandro, além de secretários municipais, o presidente da Câmara, Orlando de Amadeu e vereadores.

No final do encontro, o prefeito Dinha avaliou o momento como “momento importante para o seguimento do trabalho de enfrentamento à Covid-19 em Simões Filho”.

O novo decreto deverá determinar que podem sair de casa pessoas que precisam utilizar serviços de saúde e serviços essenciais.

 

 

 

Fonte: Rede Impresa

Curta e Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter